Gases Inertes

Os sistemas de supressão de incêndio por Gases Inertes, utilizam cilindros contendo uma mistura de gases de ocorrência natural na atmosfera, inertes, não corrosivos, não combustíveis e não reagentes com a maioria das substâncias. Não contribuem para o aquecimento da atmosfera (efeito estufa) e não representam risco para a camada de ozônio.


Obtido pela mistura de tres gases, Nitrogênio (52%), Argônio (40%) e Dióxido de Carbono (8%), os Gases Inertes para a supressão de incêndio, atuam sobre o fogo reduzindo o Oxigênio no ambiente, para um nível abaixo do ponto de sustentação da combustão. Com isso, o sistema consegue grande sucesso na extinção dos fogos das classes A, B e C. Atendem as normas da NFPA 2001 e são certificados UL e FM.


O disparo de um sistema de Gases Inertes numa sala com pessoas, permite que a respiração continue a ocorrer, sem grandes problemas. Entretanto, por segurança, as pessoas devem ser retidas do local antes do disparo.


Os sistemas de Gases Inertes são projetados para áreas confinadas, nas quais se faz necessário um agente limpo. Atuam por inundação. Esses sistemas são ideais para locais com equipamento eletrônico sensível ou insubstituível, tais como Salas de Informática e Telefonia, Salas de Controle, Áreas de Processos, Laboratórios, etc.


A EcoSafety projeta, importa, fornece e instala sistemas de supressão de incêndio com Gases Inertes, fabricados pela KIDDE e por outros fabricantes.